HISTÓRIA DA TEOLOGIA DO REINO DE DEUS

De Maquiavel a Rauschenbusch

  • Evandro R. Rojahn
Palavras-chave: Reino de Deus, Teologia do Reino de Deus, Reino Subjetivo, Reino Objetivo, Reino Social

Resumo

O Reino de Deus é um tema complexo. Por isso não pode ser definido simplesmente como um conceito, mas deve ser entendido mais profunda e abrangentemente como uma Teologia do Reino de Deus. A dificuldade em definir o Reino de Deus como um conceito é gritante. Muitos filósofos e teólogos tentaram defini-lo como conceito, mas isso acabou reduzindo sua teologia e suprimindo algumas de suas áreas principais. O Reino de Deus não pode ser apenas uma teoria maquiada com uma retórica impecável, o Reino de Deus deve ter uma definição de acordo com a realidade concreta. Do século XVI ao XIX o Reino de Deus passará a ser entendido dentro de uma realidade mais próxima do sujeito e da sociedade em geral.

Biografia do Autor

Evandro R. Rojahn

Evandro R. Rojahn é licenciado em Artes Visuais, Letras e Filosofia. É bacharel em Teologia, pós-graduado em Teologia do Novo Testamento Aplicada e Mestre em Teologia com ênfase em Leitura e Ensino da Bíblia. Atualmente é professor, pesquisador e escritor nas áreas de Teologia Bíblica e Filosofia. E-mail: teologiaevandro@gmail.com

Referências

BROWN, Colin. Filosofia e fé cristã. Tradução de Gordon Chown. São Paulo: Vida Nova, 007.

CHESTERTON. Ortodoxia. Tradução de Francisco Nunes. Jandira: Principis, 2019.

COMENIUS. Didática Magna. Aparelho crítico Marta Fatori; tradução de Ivone Castilho Benedetti. 4.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

DESCARTES, René. Discurso do método: coleção pensadores. Tradução de J. Guinsburg e Bento Prado Júnior. São Paulo: Abril Cultural, 1973.

GOLDSWORTHY, Graeme. Trilogia. Tradução de Vivian do Amaral Nunes. São Paulo: Shedd, 2016.

GONZÁLEZ, Justo L. Dicionário ilustrado dos intérpretes da fé. Tradução de Reginaldo Gomes de Araújo. São Paulo: Hagnos, 2008.

HÄGLUND, Bengt. História da Teologia. Tradução de Mário Rehfeldt e Gládis Knak Rehfeldt. 8.ed. Porto Alegre: Concórdia, 2013.

COMENIUS. Didática Magna. Aparelho crítico Marta Fatori; tradução de Ivone Castilho Benedetti. 4.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2011, p. 278.

HAHN, Scott; WIKER, Benjamin. Politização da Bíblia: as raízes do método histórico-crítico e a secularização da Escritura (1300-1700). Tradução de Giovanna Louise. São Paulo: Ecclesiae, 2018.

HEGEL, Georg Wilhelm Friedrich. A razão na história: uma introdução geral à Filosofia da História. Tradução de Beatriz Sidou. 2.ed. São Paulo: Centauro, 2001.

HOBBES, Thomas. Leviatã: ou matéria, forma e poder de um Estado eclesiástico e civil. Tradução de Alex Marins. São Paulo: Martin Claret, 2002.

HORSLEY, Richard A. Jesus e o Império: o Reino de Deus e a nova desordem mundial. Tradução de Euclides Luiz Calloni. São Paulo: Paulus, 2004.

KANT, Immanuel. A Religião nos limites da Simples Razão. Tradução de Artur Morão. Covilhã: Universidade da Beira Interior, 2008.

LOPES, Augustus Nicodemus. A Bíblia e seus intérpretes. 3.ed. São Paulo: Cultura Cristã, 2013.

MALINA, Bruce J. O evangelho social de Jesus: o Reino de Deus em perspectiva mediterrânea. Tradução de Luiz Alexandre Solano Rossi. São Paulo: Paulus, 2004.

MALMESBURRY, Thomas Hobbes de. Leviatã: ou matéria, forma e poder de um Estado eclesiástico e civil. Tradução de Daniel Moreira Miranda. São Paulo: Edipro, 2015.

MAQUIAVEL, Nicolau. O Príncipe. Tradução de Maria Júlia Goldwasser. 4.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

McDERMOTT, Gerald R. Grandes teólogos: uma síntese do pensamento teológico em 21 séculos de igreja. Tradução de A. G. Mendes. São Paulo: Vida Nova, 2013.

McGRATH, Alister E. Teologia sistemática, histórica e filosófica: uma introdução a teologia cristã. Tradução de Marisa K. A. de Siqueira Lopes. São Paulo: Shedd, 2005.

OLSON, Roger E. História da teologia cristã: 2000 anos de tradição e reformas. Tradução de Gordon Chown. São Paulo: Vida, 2001.

REALE, Giovani; ANTISERI, Dario. História da filosofia: do humanismo a Kant. São Paulo: Paulus, 1990.

REID, Daniel G. (Edit.) Dicionário teológico do Novo Testamento. Tradução de Márcio L. Redondo e Fabiano Medeiros. São Paulo: Vida Nova, 2012.

ROJAHN, Evandro Roque. O Reino de Deus e a missão da igreja. Curitiba: ADSantos, 2018.

SAYÃO, Luiz Alberto Teixeira. Cabeças feitas: filosofia prática para cristãos. São Paulo: Hagnos, 2001.

SCHLEIERMACHER, Friedrich. D. F. Sobre a Religião. São Paulo: Novo Século, 2000.

SCHOPENHAUER, Arthur. Como vencer um debate sem precisar ter razão, em 38 estratagemas: dialética erística. Tradução de Daniela Caldas e Olavo de Carvalho; introdução, notas e comentários de Olavo de Carvalho. Campinas: Auster, 2019.

SPROUL, R. C. Filosofia para iniciantes. Tradução de Hans Udo Fuchs. São Paulo: Vida Nova, 2002.

ZILLES, Urbano. Filosofia da Religião. São Paulo: Paulus, 1991

Publicado
2020-04-17
Como Citar
Rojahn, E. R. (2020). HISTÓRIA DA TEOLOGIA DO REINO DE DEUS. VIA TEOLÓGICA, 20(40), 113-150. Recuperado de http://periodicos.fabapar.com.br/index.php/vt/article/view/147
Seção
Artigos