O GÊNERO NARRATIVO NO ANTIGO TESTAMENTO

O caso de ʾEḆEN HĀʿĒZER

  • Rawderson Rangel
  • Antônio Renato Gusso
  • Rosângela S. B. Gonçalves
Palavras-chave: Hebraico, Gênero narrativo, 1Samuel 4 e 7, Bíblia

Resumo

O presente artigo analisa de maneira sincrônica o gênero literário narrativo no episódio da derrota e vitória do povo de Israel nas passagens bíblicas de 1Samuel 4 e 7, observando a semelhança entre narrativas de capítulos diferentes desse livro. Faz também uma aplicação das características literárias do gênero narrativo, que eram bastante diferentes na cultura e literatura hebraicas. Através desta análise é possível concluir que há uma relação direta entre as passagens bíblicas em que se menciona o termo ʾeen hāʿēzer, embora o sentido a ser aplicado nas mesmas seja bastante diferente. Trata-se também de um episódio que inaugura o ministério de Samuel junto ao povo, consagrando-o como o grande líder espiritual, um homem que resgatou a fé e a devoção do povo ao Senhor.

Biografia do Autor

Rawderson Rangel

Natural do Rio de Janeiro (RJ), Bacharel em Teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil (atual Faculdade Batista do Rio de Janeiro), RJ, Brasil, revalidado pela Faculdade Teológica Batista do Paraná, em Curitiba (atual FABAPAR), PR, Brasil; Pósgraduado em Antigo Testamento também pela FABAPAR, PR; Mestre em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Cursou Hebraico Bíblico acreditado pela Universidade Hebraica de Jerusalém, Israel e Grego Bíblico pela Israel Biblical Institute of Studies. Escritor, professor de Teologia e idiomas bíblicos, missionário da Junta de Missões Mundiais da Convenção Batista Brasileira - JMM da CBB, em Moçambique. Atualmente é professor do Instituto Teológico Baptista da Beira, Sofala e Instituto Bíblico de Sofala –Moçambique. E-mail: rawderson@hotmail.com.br.

Antônio Renato Gusso

Natural de Curitiba (PR), Mestre e Doutor em Ciências da Religião, Mestre, Doutor e Pós-doutor em Teologia. Escritor de vários livros, entre eles Gramática Instrumental do Hebraico. Professor e Pró-reitor nas Faculdades Batista do Paraná; professor na Faculdade Batista Pioneira (RS) e na Piedmont International University (EUA).

Rosângela S. B. Gonçalves

Natural do Rio de Janeiro (RJ), concluiu seu curso teológico pelo Seminário Teológico Congregacional do Rio de Janeiro. Bacharel em Letras, português-hebraico pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e em Pedagogia pela mesma Instituição. Mestre em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Especializou-se em Shoah (questões sobre o Holocausto judaico) e Hermenêutica da Torá pela Universidade Hebraica de Jerusalém. Presta assessoria docente às Universidades Simonsen e Estácio de Sá na área do hebraico e grego bíblicos, além de lecionar em seminários no Brasil e no Japão. É professora contratada de Hebraico, Grego e Torá do Rosen Biblical Institute, em Israel, ministrando aulas online. E-mail: rosasbg@gmail.com.

Referências

ALTER, R. A Arte da Narrativa Bíblica. Tradução de Vera Pereira. São Paulo: Companhia das Letras, 2007. 285 p.
BÍBLIA. Bíblia Hebraica Stuttgartensia. Stuttgart: German Bible Society, 1997.
BÍBLIA. Bíblia Almeida Século 21. 2.ed. São Paulo: Vida Nova, 2010. 1290 p.
BÍBLIA. Bíblia de Estudo de Almeida Revista e Atualizada. 2.ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 2005 - Versão eletrônica. Logos Software.
BÍBLIA. Bíblia Sagrada. Almeida Revista e Corrigida. 4.ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1995. Logos software.
BÍBLIA. Bíblia Sagrada Traduzida por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil (Nova Almeida Atualizada). 3.ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 2017. 1800 p.
BÍBLIA. Nova Tradução na Linguagem de Hoje. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 2005 - Versão eletrônica. Logos software.
BÍBLIA. Nova Versão Internacional: edição Trilíngue. Santo André: Geográfica, 2011. 1867 p.
BÍBLIA. Septuagint With Logos Morphology. Stuttgart: Deutche Bibelgesellschft, 1979. E-book.
JAMIESON, R.; FAUSSET, A. R.; BROWN, D. Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Oak Harbor: Logos Research Systems, 1997. Logos e-book.
JOÜON, P.; MURAOKA, T. Gramática del Hebreo Bíblico. Tradução de Miguel Pérez FERNÁNDEZ. Estella: Verbo Divino, 2007. 874 p.
GUSSO, A. R. Os Livros Históricos: introdução fundamental e auxílios para a interpretação. Curitiba: ADSantos, 2011. 130 p.
KEIL, C. F.; DELITZSCH, F. Comentario al Hebreo del Antiguo Testamento. Tradução de Ivo Tamm. Viladecavalls: CLIE, 2008. Vol. I, 1402 p.
OSBORNE, G. R. A Espiral Hermenêutica. Tradução de Daniel de Oliveira, Robinson N. Malkomes e Sueli Silva Saraiva. São Paulo: Vida Nova, 2009. 767 p.
PROVAN, I.; LONG, V. P.; LONGMAN III, T. Uma História Bíblica de Israel. Tradução de Márcio Loureiro Redondo. São Paulo: Vida Nova, 2016. 494 p.
SPENCE-JONES, H. D. M. The Pulpit Commentary: 1 Samuel. London; New York: Funk & Wagnalls Company, 1909. Logos e-book.
VANGEMEREN, W. A. New International Dictionary of Old Testament, theology & exegesis. Grand Rapids: Zondervan, 1997. Logos e-book.
WALTKE, B. K.; O´CONNOR, M. Introdução à Sintaxe do Hebraico Bíblico. Tradução de Adelemir Garcia Esteves, Fabiano Antonio Ferreira e Roberto Alves. São Paulo: Cultura Cristã, 2006. 784 p.
Publicado
2020-04-17
Como Citar
Rangel, R., Gusso, A. R., & Gonçalves, R. S. B. (2020). O GÊNERO NARRATIVO NO ANTIGO TESTAMENTO. VIA TEOLÓGICA, 20(40), 17-33. Recuperado de http://periodicos.fabapar.com.br/index.php/vt/article/view/144
Seção
Artigos