O Tirocínio de Eliseu e a Habilidade de Enxergar Além do Óbvio

  • Edmar dos Santos Pedrosa
Palavras-chave: Tirocínio, Discernimento, Eliseu

Resumo

A palavra de Deus possui um vasto e rico conteúdo a ser explorado, especialmente aqueles contidos nas entrelinhas do texto sagrado. Alguns detalhes por detrás das narrativas bíblicas não foram explorados pelo autor
inspirado pelo Espírito Santo juntamente por serem o foco central da história ali descrita, mas nem por isso, devem passar despercebidos aos olhos do leitor atento. A ideia principal é ajudar o estudioso a compreender que
Deus lidou com pessoas reais, dotadas de capacidades reais e que, com as tais qualidades, foram muito usadas por Ele. É o caso de Eliseu e sua profunda capacidade de enxergar, por meio de atitudes e palavras, uma verdade
oculta intencionalmente por seu emissor. Tirocínio é isso, mas também é o dom de enxergar o clamor de socorro de alguém sem que este precise pedir, ver a dor sem que ela precise gritar e prestar ajuda sem que a pessoa precise
clamar por ela. Além de tudo, essa capacidade pessoal é imprescindível, pois, acima de tudo, ajuda as pessoas a prevenirem-se do mal que está à espreita dando condições de reagir a ele, sem precisar, muitas vezes, lutar.

Biografia do Autor

Edmar dos Santos Pedrosa

Graduado em Ciências Policiais e de Segurança Pública pela Academia de Polícia Militar do Barro Branco, Bacharel em Direito pela Universidade Salesiana de Campinas, Graduado em Teologia pela Faculdade Teológica Batista de Campinas e Mestre em Teologia pela Faculdade Batista do Paraná, Doutorando em Tocoginecologia pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas.

Referências

BLEDSOE, David Allen. Movimento Neopentecostal Brasileiro: um estudo de caso. São Paulo: Hagnos, 2012.

CERESKO, Anthony R. A sabedoria no Antigo Testamento: espiritualidade libertadora. São Paulo: Paulus, 2004.

DAVIDSON, F. O Novo Comentário da Bíblia. São Paulo: Vida Nova, 1954.

DOUGLAS, J. D. O Novo Dicionário da Bíblia. São Paulo: Vida Nova, 1962.

GARDNER, Paul. Quem é quem na Bíblia Sagrada. São Paulo: Vida, 2005.

MACARTHUR. Bíblia de Estudo. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 2010.

MARTINS, Jaziel Guerreiro. Como entender os textos mais polêmicos da Bíblia: Evangelhos Sinóticos. Curitiba: ADSantos, 2011.

PLUTARCO. Como tirar proveito de seus inimigos. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

PLUTARCO. Obras Morais: Como Distinguir um Adulador de um Amigo Como Retirar Benefício dos Inimigos Acerca do Número Excessivo de Amigos. Coimbra: Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos da Universidade de Coimbra, 2010.

ROCHA, A. M. Cadernos de Ética e Filosofia Política 12,1/2008.

SERRÃO, Margarida. Aprendendo a ser e a conviver. São Paulo: FTD, 1999.

SILVA, Ana Beatriz B. Mentes perigosas: o psicopata mora ao lado. Rio de Janeiro: Objetiva, 2008.

SPINOZA, Benedictus de. Opera. Im Auftrag der Heidelberger Akademie der Wissenschaften hrs. von Carl Gebhardt. Heidelberg: C. Winter, [c1972], 4 v.

SUETÔNIO. A vida dos doze Césares. São Paulo: Martin Claret, 2006.

SWINDOLL, Charles R. Jó: um homem de tolerância heroica. São Paulo: Mundo Cristão, 2004.

VARUGHESE, Alex (edit.) Descobrindo a Bíblia: história e fé das comunidades bíblicas. Rio de Janeiro: Central Gospel, 2012
Publicado
2019-09-20
Como Citar
Pedrosa, E. dos S. (2019). O Tirocínio de Eliseu e a Habilidade de Enxergar Além do Óbvio. VIA TEOLÓGICA, 20(39), 217-243. Recuperado de http://periodicos.fabapar.com.br/index.php/vt/article/view/121
Seção
Artigos